busca

envie um email telefones para contato

09:07 - 05/05/10
Inflação da baixa renda fica em 1,28% em abril

O IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1), usado para mensurar o impacto da movimentação de preços entre famílias com renda mensal entre um e 2,5 salários mínimos, desacelerou para 1,28% em abril, contra 1,40% no mês anterior. Com o resultado, o IPC-C1 acumula altas de 4,99% no ano e de 6,58% em 12 meses. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

Das sete classes de despesa usadas para cálculo do IPC-C1, três apresentaram desaceleração: alimentação (de 3,31% para 2,52%), transportes (de 0,37% para -0,01%) e despesas diversas (de 0,48% para zero). 

As outras classes de despesa tiveram aceleração ou fim de queda de preços. É o caso de saúde e cuidados pessoais (de 0,37% para 1,28%), educação, leitura e recreação (de 0,23% para 0,57%), habitação (de 0,08% para 0,29%) e vestuário (de -0,91% para 1,13%).

A FGV informou ainda que, em abril, entre os produtos pesquisados para cálculo do IPC-C1, as altas mais expressivas foram as registradas em: batata-inglesa (22,60%), feijão carioquinha (30,82%) e leite tipo longa vida (9,66%). Já as mais expressivas quedas foram registradas em laranja pera (baixa de 7,46%), laranja lima (recuo de 21,38%) e melancia (queda de 11,67%).

 

Fonte: R7

http://noticias.r7.com/economia/noticias/inflacao-da-baixa-renda-fica-em-1-28-em-abril-20100505.html

 

| Mais

 
Veja também


 
Comentários