busca

envie um email telefones para contato

09:17 - 10/09/13
Espionagem mostraria interesse econômico dos EUA, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff afirmou em nota divulgada nesta segunda-feira que, se confirmadas, as denúncias de espionagem na Petrobras mostrariam que os interesses da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) são econômicos e estratégicos, e não o de garantir a segurança norte-americana.

"Se confirmados os fatos veiculados pela imprensa, fica evidenciado que o motivo das tentativas de violação e de espionagem não é a segurança ou o combate ao terrorismo, mas interesses econômicos e estratégicos", informou a nota assinada pela presidente.

As denúncias de espionagem dos EUA na Petrobras foram divulgadas no domingo pelo programa "Fantástico", da TV Globo, que, na semana passada, já havia veiculado denúncias de que a agência do governo norte-americano havia espionado comunicações privadas de Dilma.

Uma das explicações dadas por autoridades norte-americanas a seus colegas brasileiros, inicialmente, foi de que a vigilância visava garantir a segurança tanto do Brasil quanto dos Estados Unidos.

"Sem dúvida, a Petrobras não representa ameaça à segurança de qualquer país. Representa, sim, um dos maiores ativos de petróleo do mundo e um patrimônio do povo brasileiro", disse a presidente na nota.

FONTE: EXAME BRASIL

| Mais

 
Veja também


 
Comentários